logo Clínica Fértilis

Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóide (ICSI)

+38 anos de experiência

+ 6000 bebês nascidos

clinica pioneira na região - Sorocaba

alta qualidade na seleção dos embriões

A ICSI é uma técnica que foi descoberta na década de 90, essa técnica possibilitou casais com fator masculino severo - com pouco ou nenhum espermatozóide no ejaculado e homens vasectomizados – a terem filhos. Mais recentemente e com melhores resultados que a FIV convencional, através dessa técnica as chances de sucesso podem ultrapassar os 60% por tentativa, dependendo do caso. Já tivemos casos de gravidez com apenas 4 espermatozoides.

Essa técnica, consiste na injeção de um espermatozóide diretamente dentro de um óvulo, ou seja, após a retirada e preparo dos óvulos e do preparo seminal no laboratório. É feita, pelo microscópio, e com auxílio de um sofisticado equipamento de micro manipulação que inclui uma micropipeta de injeção (cuja a ponta é mais fina que um fio de cabelo). O embriologista seleciona e imobiliza o espermatozóide (Figura 1).

Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóide (ICSI) - O espermatozoide selecionado será injetados, dentro do óvulo, sendo injetado apenas 1 espermatozóide em cada óvulo.

O espermatozoide selecionado será injetados, dentro do óvulo, sendo injetado apenas 1 espermatozóide em cada óvulo.

Após a injeção, os óvulos são colocados em uma placa com meio de cultura dentro de uma incubadora. O meio de cultura que simula o liquido da trompa fornece nutrição, e a incubadora faz o controle de temperatura (37ºC), umidade e abrigo de luz, imitando assim o ambiente uterino.

Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóide (ICSI) - Após a injeção, os óvulos são colocados em uma placa com meio de cultura dentro de uma incubadora.
Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóide (ICSI) - No dia seguinte ao contato do espermatozóide com o óvulo, verifica-se a fertilização

No dia seguinte ao contato do espermatozóide com o óvulo, verifica-se a fertilização (Figura 3) e seu desenvolvimento até o 3º dia (Figura 4.) Após a retirada dos óvulos, os embriões são avaliados e classificados de acordo com parâmetros internacionais. Selecionam-se os melhores embriões para serem transferidos ao útero materno.

O dia da transferência será determinado pelo laboratório, de acordo com cada caso especifico. A transferência é um procedimento simples e indolor, não é necessário anestesia. Os embriões são colocados em um cateter que o Médico utiliza para depositá-los no fundo do útero. Depois de 12 dias a paciente faz o exame de sangue para saber se está grávida.

Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóide (ICSI) - transferência será determinado pelo laboratório, de acordo com cada caso especifico. A transferência é um procedimento simples e indolor, não é necessário anestesia. Os embriões são colocados em um cateter que o Médico utiliza para depositá-los no fundo do útero.

Aqui vai começar
a história de AMOR
mais incrível da sua vida

Nossos tratamentos

Acompanhem nossos conteúdos pelas redes sociais

Agende sua consulta agora mesmo, basta selecionar o dia e horário clicando ao lado >>>

logo Clínica Fértilis

Clínica Fértilis de Medicina Reprodutiva. Pioneira na reprodução humana através de Fertilização "In Vitro", em Sorocaba.

ANVISA RDC 771 dezembro de 2022

(15) 3233-0680
(15) 3233-0708
(15) 98169-5699
Rua Marcelino Soares Leite, 33
Trujilo – Sorocaba – SP
CEP: 18060-390 – Brasil

Fertilis – Copyright© 2023 – Todos os direitos reservados