Criopreservação de Tecido Ovariano (29)

29) Criopreservação de Tecido Ovariano

A técnica de criopreservação do tecido ovariano é indicada principalmente a mulheres com alto risco de tornarem-se inférteis como, pacientes submetidas à quimioterapia ou radioterapia.

Através desta avançada e promissora técnica onde o tecido ovariano é congelado em nitrogênio líquido a -196ºC (semelhante à criopreservação de embriões), é possível obter-se a preservação da função endócrina e reprodutiva dos ovários após o descongelamento.

A criopreservação é feita pelo método de Vitrificação em que se usa altas concentrações de crio protetores que "protegem" o material das baixas temperaturas. Após a retirada do ovário, no laboratório o ovário é fatiado em vários fragmentos de 1cm2 que serão então congelados.

Após o descongelamento e recolocação deste tecido no ovário remanescente, este método permite que a paciente seja capaz de ovular e engravidar naturalmente ou com auxílio de técnicas de Reprodução Assistida.

Esta técnica tem sido altamente recomendada para pacientes com câncer antes de serem submetidas à quimioterapia, visto que, com o avanço da medicina tem se aumentado as chances de sucesso no tratamento do câncer. É uma técnica restrita a poucos centros no mundo e já foi relatado casos de gravidez na literatura mundial.


 


Próxima Página

Clínica Fertilis - Rua Antônio Soares, 232 - Sorocaba-SP - CEP: 18017-186 - Brasil - Fone/Fax: +55(15) 3233-0708