Criopreservação de Espermatozóides (27)

27) Criopreservação de Espermatozóides

A criopreservação de espermatozóides é o método desenvolvido para preservar a fertilidade masculina e que permite ao paciente manter suas células germinativas com o mesmo grau de qualidade e concentração. É utilizada antes de o paciente ser submetido à tratamentos de quimio ou radioterapia, antes de realizar vasectomia ou mesmo para casais em tratamento cujo marido por algum motivo não possa estar presente no dia da injeção dos óvulos pode deixar já armazenado seus espermatozóides.

Os espermatozóides são congelados através da técnica de criopreservação mantendo suas características iniciais, possibilitando que, quando desejado, venha a fertilizar o óvulo através de tratamento de Reprodução Assistida.

   



Desse modo um paciente diagnosticado com Câncer por exemplo pode colher amostras que serão armazenadas para uso futuro.

Segundo a última norma do conselho Federal de Medicina (CFM) essas amostras precisam ter, além do contrato de armazenamento um documento, expressando a vontade do paciente quanto ao uso do material. Se ele quer que seja usado somente se estiver vivo, após sua morte e por quem.

No processo de congelamento, o paciente colhe uma ou mais amostras e estas são armazenadas por tempo indeterminado.




 


Próxima Página

Clínica Fertilis - Rua Antônio Soares, 232 - Sorocaba-SP - CEP: 18017-186 - Brasil - Fone/Fax: +55(15) 3233-0708