45) Novidades sobre a reposição hormonal masculina

A Andropausa tem sido discutida nos meios acadêmicos, e muitos especialistas ainda desconfiam de suas vantagens. Entretanto, no último congresso mundial sobre Envelhecimento, realizado em Praga, em fevereiro de 2004 foram apresentados novos tópicos demosntrando algumas vantagens da Terapia de Reposição Hormonal Masculina (TRHM).

Entre as novidades podemos citar os benefícios da TRHM no sitema cardiovascular, sua influência no aumento, e no câncer da Próstata, sua ação em pacientes que utilizam Citrato de Sildenafil (Viagra), sua ação nos pacientes com Diabetes tipo 2 (Síndrome Metabólica), e sua ação em homens hipogonádicos (baixa função dos Testículos), e na fisiologia da ereção. Ainda foram apresentados os resultados do uso do Tadalafil (Cialis) e da administração do DHEA.

A injeção intravenosa de Testosterona diminui a isquemia do miocárido (falta de irrigação no músculo cardíaco que causa a angina e o infarto), e a reposição a níveis fisiológicos diminui o tempo de isquemia, em pacientes com angina.
Um dos pontos mais controversos da TRHM é a sua possível ação na Próstata e no câncer de Próstata. Estudos mostraram que pacientes recebendo TRHM tem mínimo aumento da Próstata, assim como mínimo aumento nos níveis de PSA (Antígeno Específico Prostático, que evidencia alterações na Próstata). Além do mais pacientes curados de câncer de Próstata e que receberam TRHM não tiveram o câncer ativado.

A administração de Testosterona em pacientes com baixa produção hormonal (hipogonádicos) e que não obtiveram resultado com o  uso de Sildenafil (Viagra), mostrou que esses pacientes passaram a ter resultados positivos evidenciando a ação da Testosterona no mecanismo da ereção, e seu papel fundamental para o sucesso do uso das drogas potencializadoras da ereção.

Estudos mostraram que a Testosterona exerce papel importante como modulador da sensibilidade a insulina, e que a reposição melhora a sensibilidade a insulina em pacientes com Diabetes tipo 2. O hipogonadismo relativo encontrado nesses pacientes é causado pela diminuição na produção de Testosterona pelas células de Leydig (Testículos).

O primeiro estudo mundial realizado com o Tadalafil (Cialis) mostrou resultados similares aos obtidos com o Sildenafil (Viagra), e que os pacientes preferiram o Tadalafil, em decorrência de seu efeito mais rápido e prolongado. Mas de qualquer modo cada caso deve ser avaliado e o médico deve indicar a melhor droga para cada caso.

 Por fim o uso do DHEA (Dehidroepiandrosterona), por muitos considerado a pílula da juventude, demonstrou que ocorrem efeitos benéficos em pacientes  com insuficiência da Suprarrenal, com disturbios de humor (efeito antidepressivo e ansiolítico), e em pacientes com doenças imunológicas (efeitos similares aos corticóides), entretanto os efeitos anti-envelhecimento não puderam ser demosntrados.

Essas novidades só vem confirmar os estudos realizados anteriormente sobre a Reposição Hormonal Masculina, em relação a segurança e beneficios dessa terapia.

Voltar ao Menu Mídia Próxima Página

Clínica Fertilis - Rua Marcelino Soares Leite, 33 - Trujillo - Sorocaba-SP - CEP: 18060-390 - Brasil
Fone/Fax: +55 (15) 3233-0708 / (15) 3233-0680 / (15) 3233-0279