42) Miomas Uterinos

Os  Miomas são tumores benignos originários da musculatura do órgão, e também podem ser chamados de Fibromas. Podem ocorrer em vários órgãos do corpo porém são mais conhecidos por sua localização uterina.
           
A parede do útero tem a massa muscular no centro, chamada miométrio,  uma cobertura externa, chamada peritôneo, e uma camada interna, chamada de endométrio. Esta última é a camada que descola e sangra durante a menstruação, quando não houve a fecundação ou quando não ocorreu a gravidez.
           
Os miomas recebem nomes em referência a sua localização na parede uterina. Assim temos os miomas subserosos (externos), intramurais (no meio da musculatura), e submucosos (internos). Além disso também podem ser classificados quanto as suas características físicas e locais.
           
Como todos os tecidos do corpo os miomas podem passar por processos como calcificação ou morte do tecido (necrose).
           
Os principais problemas gerados pelos miomas são o sangramento excessivo na menstruação, ou mesmo fora do período menstrual, compressão de outros órgãos vizinhos, e bloqueio nas trompas, ou útero que pode levar a infertilidade.
           
Normalmente os miomas são diagnosticados durante o exame ginecológico e confirmados pela Ultra-sonografia ou exames mais invasivos como a Laparoscopia.
           
Até recentemente seu tratamento era cirúrgico, porém com o advento de medicações especiais que inibem o seu crescimento, passou-se a utilizar um esquema conjunto entre tratamento clínico e cirúrgico. Assim usa-se o tratamento clínico inicialmente para reduzir o volume do tumor e depois se faz a cirurgia, que se torna mais simples, rápida e fácil.

Nos casos de mioma associado a infertilidade o prognóstico depende da localização e tamanho do mioma. Se o mioma não for grande e estiver localizado interna ou externamente ao útero não se faz necessária a correção cirúrgica, a qual poderá ser realizada durante o parto. Também nesses casos não há influência na obtenção da gravidez

Por outro lado se o mioma é interno prejudica a implantação do embrião para desenvolver a gravidez. Neste caso o tratamento clínico e se necessário cirúrgico deve ser realizado.

Raramente é necessária a extirpação total do útero em decorrência de miomas porém em alguns casos se faz necessária. Normalmente os miomas são retirados e o local é suturado, permanecendo o útero integro.

A tendência de tratamento hoje em dia é de se fazer apenas o tratamento clínico sempre que possível e quando necessário o tratamento cirúrgico.

 

 

Voltar ao Menu Mídia Próxima Página

Clínica Fertilis - Rua Marcelino Soares Leite, 33 - Trujillo - Sorocaba-SP - CEP: 18060-390 - Brasil
Fone/Fax: +55 (15) 3233-0708 / (15) 3233-0680 / (15) 3233-0279