38) Maternidade em 2000

Infelizmente muitas mulheres não puderam comemorar o dia das mães por serem inférteis. Segundo um cálculo feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) 20% dos casais tem ou terão problemas de fertilidade. No Brasil estima-se que esse número seja de aproximadamente 15 milhões da casais, e em Sorocaba estima-se que esse número seja de aproximadamente 34 mil casais.
           
As causas de infertilidade são divididas em 30% para o fator feminino, 30% para o fator masculino, 30% para ambos e em 10% não se conhece a causa da infertilidade.
           
As causas mais comuns de infertilidade feminina são os problemas tubáreos, as infecções, problemas imunológicos, distúrbios de ovulação, e uma doença chamada  Endometriose.
           
No Brasil o principal fator de infertilidade feminina é o fator tubáreo. Os problemas nas trompas podem ser decorrentes de cirurgias (Laqueadura, e outras), infecções, e endometriose.

A incidência de laqueaduras no Brasil atinge números impressionantes e segundo o IBGE 30% das mulheres brasileiras são laqueadas. Em uma minoria isso impede uma nova gravidez no próprio casamento , e na maioria dos casos impede a gravidez num segundo matrimônio.

Pelo menos um terço dos casais atendidos em nossa clínica nos procuram por terem contraído um novo matrimônio após terem feito laqueadura ou vasectomia no primeiro casamento.

Nesses casos, e dependendo das características locais, pode se tentar fazer  a recanalização cirúrgica das  trompas ou fazer o tratamento com técnicas de Reprodução Assistida (Bebe de Proveta). A recanalização é feita através de Videolaparoscopia  e está indicada em casos de laqueadura recente, em pacientes jovens, e com condições cirúrgicas adequadas. Nos casos de laqueadura a longo tempo, pacientes com mais idade (> 35 anos) e sem condições cirúrgicas adequadas está inciciado o tratamento com a Fertilização In Vitro.  Outras cirurgias também podem afetar direta ou indiretamente as trompas. Um processo infeccioso ou inflamatório abdominal assim como cirurgias em órgãos adjacentes as trompas podem levar prejuízo das mesmas.  

O segundo fator de infertilidade feminina é causado pelas seqüelas das infecções. As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) são responsáveis pela maioria dos problemas e podem incluir obstruções e/ou aderências das trompas, aderências uterinas, e mesmo as infecções vaginais podem ser causas de infertilidade.

A Endometriose já foi considerada a doença dos anos 90, e consiste no implante do tecido que reveste o útero chamado endométrio, fora de seu lugar de origem. Esse tecido se desenvolve e leva a aderências, fibroses, e dores. Seu tratamento é difícil e inclui tratamento clínico e/ou cirúrgico nas pacientes que não querem engravidar e o tratamento com Reprodução Assistida nos casos de infertilidade.
Em 1978, quando nasceu Louise Brown a primeira criança  gerada com a técnica de Fertilização In Vitro , as chances de gravidez com a técnica eram baixíssimas (5% por ciclo de tratamento) e com a evolução da técnica nesses 22 anos chegamos a resultados de até 50% de chance por tratamento.

Problemas detectados mais precocemente tem maior chance de serem resolvidos mas mesmo nos casos  mais complicados a grande maioria dos problemas tem condições de serem resolvidos com os modernos tratamentos para infertilidade.

Voltar ao Menu Mídia Próxima Página

Clínica Fertilis - Rua Marcelino Soares Leite, 33 - Trujillo - Sorocaba-SP - CEP: 18060-390 - Brasil
Fone/Fax: +55 (15) 3233-0708 / (15) 3233-0680 / (15) 3233-0279