34) Impotência e Automedicação

Infelizmente, o hábito da automedicação entre os brasileiros é muito difundido e tem seu princípio naquela indicação de amigos ou parentes e chega ao seu extremo com as “orientações” dos balconistas de farmácia.
           
Dependendo do tipo e uso da medicação seus efeitos podem ser nulos ou altamente prejudiciais para o indivíduo.
           
Nos casos de disfunção sexual masculina (Impotência) existem milhares de  remédios milagrosos, em cuja propaganda se apregoa que o indivíduo terá a sua juventude recuperada ou terá um incremento na sua função sexual como se fora o equipamento de turboalimentação usados nos automóveis de corrida.
           
Com essa propaganda impiedosa em televisão, rádios, jornais e revistas, o indivíduo pensa ter encontrado a solução mais rápida e eficaz para o seu problema, sem ter de enfrentar uma consulta com o médico especialista da área.
           
A maioria dos pacientes atendidos em clínicas especializadas vem com a idéia de que o médico, após uma conversa inicial irá lhe receitar o tão falado remédio milagroso, que resolverá todos os problemas. Porém em 70% dos casos esse paciente apresenta uma causa orgânica para a disfunção sexual, e essa pode ser resolvida com tratamentos que variam de medicações até cirurgias, dependendo do caso.
           
Esse fato “frustra” os pacientes que não aceitam estar com problemas sexuais, o que fere o seu orgulho de macho, e começam uma verdadeira peregrinação por farmácias, e outros médicos em busca do tão falado remédio milagroso.

Nessa peregrinação, tomam medicamentos de forma errada, e buscam fórmulas de afrodisíacos que possam resolver o problema.
           
Quanto aos afrodisíacos, em geral não causam mal maior para os pacientes , porém também não fazem nenhum bem, uma vez que em sua maioria são substâncias energéticas, que provocam um aumento na disposição geral do indivíduo, o que lha dá a falsa impressão de ter mais vigor sexual.
           
A única substância com comprovado poder afrodisíaco, e que aumenta o apetite sexual é a Yohimbina derivado de uma planta e utilizado em comprimidos.
           
Outras “fórmulas” milagrosas produzidas artesanalmente, normalmente não produzem o efeito esperado gerando mais angustia ao paciente.
           
Por outro lado o uso de medicações hormonais sem orientação médica pode levar a atrofia dos testículos, impotência  e infertilidade as vezes irreversível.
           
Por esse motivo deve se evitar tomar aquela fórmula milagrosa indicada por um conhecido e a suposta orientação dada em balcões de farmácia.

Voltar ao Menu Mídia Próxima Página

Clínica Fertilis - Rua Marcelino Soares Leite, 33 - Trujillo - Sorocaba-SP - CEP: 18060-390 - Brasil
Fone/Fax: +55 (15) 3233-0708 / (15) 3233-0680 / (15) 3233-0279