/ClinicaFertilis

15 3233.0708 | 3233.0680 | 3233.0279

Disfunções Sexuais - Cruzeiro do Sul

 

O efeito das disfunções sexuais pode ser devastador para as mulheres e homens.

 

Anteriormente chamadas genericamente de Impotência Sexual Masculina, as disfunções sexuais masculinas são divididas em Disfunções do desejo sexual (libido), da ereção (erétil), da ejaculação (ejaculatória) e do orgasmo (orgástica).

 

A disfunção de libido inclui a baixa ou ausência de apetite sexual, a disfunção erétil inclui a incapacidade de obter e manter a ereção, a disfunção ejaculatória inclui a ejaculação precoce ou retardada e a disfunção orgástica inclui a ausência de orgasmo.

 

Na mulher as disfunções podem ser de diminuição do apetite sexual (libido), de estimulação local (excitação) e de orgasmo.

 

Ainda existem muitas controvérsias sobre as causas das disfunções sexuais tanto masculinas como femininas. De um modo geral as causas masculinas tem origem orgânica em 70% dos casos e psicológica pura em 30% dos casos, porém existe uma conseqüência psicológica da falha sexual, na qual o homem passa a ter medo de ter relação por dúvidas quanto a sua performance e a esse caso se dá o nome de "Temor de Desempenho".

 

Na mulher cerca de 30% dos casos tem origem orgânica, 30% tem origem psicológica pura e em 40% dos casos a causa é de origem mista.

 

O processo sexual masculino se inicia com estímulos sexuais de tato, audição e principalmente visual. O cérebro então inicia o processo enviando mensagens para a região genital e para o resto do corpo. Ocorre um aumento na pressão arterial, nos batimentos cardíacos, e na freqüência respiratória. O fluxo de sangue no pênis aumenta, e ao mesmo tempo a musculatura do pênis relaxa permitindo que o sangue encha os compartimentos chamados de corpos cavernosos, causando a ereção, O próprio mecanismo de ereção exerce pressão sobre as veias bloqueando a saída do sangue de pênis durante a ereção. Quando a ejaculação (saída do sêmen) ocorre existem um relaxamento do corpo com conseqüente perda da ereção. Durante a saída do sêmen ocorre a sensação do orgasmo.

 

As causas orgânicas de disfunções sexuais masculinas são decorrentes de problemas vasculares, hormonais, neurológicos e de hábitos. Dentre os problemas vasculares podemos citar os problemas arteriais, com diminuição do fluxo de sangue para o pênis, e os problemas venosos, com dilatação das veias (varizes), o que leva a um escape de sangue do pênis durante a ereção levando a uma perda da mesma. Nos casos hormonais existe uma queda nos níveis do hormônio masculino Testosterona com conseqüente queda na libido e na ereção, caracterizando a chamada Andropausa.

 

As causas psicológicas masculinas incluem a ansiedade, o Stress, problemas psicológicos, educação rígida, e homossexualismo.

 

Na mulher o processo sexual também se inicia com estímulos externos sensoriais, como ambiente , vestuário, sonoro, táctil e em menor porção visual. Sinais são emitidos pelo cérebro para todo o corpo levando a um aumento na pressão arterial, nos batimentos cardíacos, e na freqüência respiratória. Com o aumento do fluxo de sangue na região genital ocorre a secreção das glândulas vaginais para ocorrer a lubrificação das paredes facilitando a relação. As paredes vaginais incham e se adaptam ao pênis. Ocorre ainda um inchaço no clitóris tornando-o mais sensível ao estímulo sexual. Em algumas mulheres pode acontecer um fenômeno de aumento na secreção vaginal. Uma vez estimulados o clitóris e a parede interna da vagina (o chamado ponto G) transmitem informações ao cérebro para que ocorra o orgasmo.

 

As causas de disfunção sexual femininas podem ser orgânicas e psicológicas.. As orgânicas pode ocorrer por distúrbios hormonais, distúrbios circulatórios locais, dor local, contração involuntária dos músculos da vagina, fimose clitoridiana, etc. As causas psicológicas estão ligadas a medos, ansiedade, cultura, religiosidade, homossexualismo, etc.

 

Os tratamentos para as disfunções sexuais masculinas incluem a Terapia de Reposição Hormonal (TRH), as drogas potencializadoras e indutoras da ereção, e as próteses penianas. No tratamento psicológico se incluem a psicoterapia, os exercícios sexuais, e o tratamento anti-stress.

 

O tratamento das disfunções sexuais femininas é mais complexo porque inclui além do tratamento específico uma abordagem ginecológica. Além do mais muitas causas de disfunções sexuais femininas permanecem em estudo e os respectivos tratamentos estarão disponíveis num futuro breve.

 

 

fertilis@globo.com

 

15 3233.0708 / 3233.0680 / 3233.0279

 

Rua Marcelino Soares Leite, 33

Bairro Trujilo - Sorocaba/SP

CEP  18060-390 - Brasil

15 3233.0708 15 3233.0680

15 3233.0279

fertilis@globo.com

 

15 3233.0708 / 3233.0680 / 3233.0279

 

Rua Marcelino Soares Leite, 33

Bairro Trujilo - Sorocaba/SP

CEP  18060-390 - Brasil